• Joana Martins

Livro da Semana 14


Esta semana temos uma recomendação para pais.

Este livro foi escrito por Thomas Lickona um psicólogo do desenvolvimento infantil. Tem uma extensa obra sobre o desenvolvimento do carácter nas crianças e jovens.

Sou um atenta leitora do seu blog (ver aqui) e fico contente pela editora ARENA ter escolhido publicar a tradução deste livro primeiramente editado nos EUA em 2018.


O livro tem uma fórmula simples: Como educar para a bondade? mas como o próprio autor diz, se calhar o título mais correcto seria "Como, num dia bom, tentar tornar-se um pouco melhor a ajudar os seus filhos a serem um pouco mais bondosos". Um pouco longo, não acham?


Mas é justamente esta posição de humildade para nos sugerir alguma coisa sobre a educação dos nossos filhos, no contexto na nossa família que eu acho interessante neste livro. Não há preconceitos. Não há certo ou errado. Há estratégias, há sugestões, há dicas humildes.

Existem vários assuntos abordados e podemos ler o livro seguido, ou optar por saltar para os capítulos que têm algo mais para nos dizer. Quer estejamos empenhados em criar uma família mais bondosa, quer estejamos a educar uma criança que sentimos que não é assim tão bonzinho (porque a maioria das crianças não o são), porque estamos a precisar de reformular o nosso contexto familiar,, este livro tem algo a oferecer. E fala-nos da importância da cabeça, do coração e da mão serem educadas para a bondade. A cabeça, pela sua vertente racional e aceitação do código moral, do certo e errado, o coração pelo impulso natural, emotivo e imediato para fazer o bem e a mão, a ser educada a fazer o bem.


Porque a bondade é na verdade é um verbo fazer.


Assim, para questões relativas à disciplina, podem começar com o capítulo 7, para trabalhar a noção de respeito, começar com o capítulo 6, se quiserem abordar estratégias simples para ter um cultura familiar baseada na bondade, começar pelo capítulo 4. Se quiserem ler sobre a influência dos ecrãs na dinâmica familiar, podem ler o capítulo 9. Para pais de adolescentes que querem ter algumas dicas como lidar com o queixume e descontentamento permanentes, bem como com a hipersexualização dos adolescentes atribuível às redes sociais, recomendo o capítulo 15.


Boas leituras!


54 visualizações

©2019 by zenped. Proudly created with Wix.com